Evitar as taxas na alfandega

Home » Evitar as taxas na alfandega » Dicas » Evitar as taxas na alfandega

Ao longo dos anos, através de artigos e comentários, temos dado varias sugestões de como evitar ou reduzir potenciais taxas alfandegarias.

Visto que ao longo dos últimos anos, ocorreram alterações na legislação e na actuação por parte das autoridades alfandegarias, decidimos apresentar um novo conjunto de sugestões, que esperamos serem úteis no sentido de evitar ou reduzir taxas na alfandega.

 

Valor da encomenda, inferior a 22€

Este é o principal ponto que deve considerar, para evitar ou minimizar as despesas alfandegarias. Todas as encomendas vindas de fora da União Europeia, que tenham um valor inferior a 22€ (incluindo portes), estão isentas do pagamento do IVA e de outras taxas aduaneiras. Para mais detalhes, verifique o artigo: Vou pagar na alfandega?

Com isto em mente, sempre que possível, procure fazer compras com valores totais inferiores aos 22€. Quando isso não é possível, analise se o valor do produto, somado ao possível custo aduaneiro, ficará mais barato que o produto comprado num site/loja dentro da UE. Exemplos:

Exemplo 1

77 /preço EUA
Preço PT: 120€
  • Preço EUA: 50€
  • Possível Custo Alfandega: 27€ (50 x 0.23 + 15)

Exemplo 2

126 /preço EUA
Preço PT: 120€
  • Preço EUA: 90€
  • Possível Custo Alfandega: 36€ (90 x 0.23 + 15)

 

Usar serviços postais normais

Sempre que possível, tente evitar enviar as encomendas por transportadores (UPS, DHL, FedEx, etc…). Visto que são essas empresas que tratam de todo o processo alfandegário, tem custos administrativos muito mais elevados, em muitos casos superior aos 40€ ou 50€.

Alem disso, quando não existe um valor de portes declarado, estas empresas poderão classificar a encomenda como que os portes não foram pagos e irão aplicar um valor para os portes. Isso normalmente resulta em valores muito elevados, causado o pagamento das despesas alfandegarias, alem do valor dos portes atribuído por eles.

 

Procure produtos em armazéns europeus

Se costuma comprar em lojas como AliExpress, dê preferência a produtos que se encontram em armazéns localizados na Europa. Normalmente esses armazéns estão localizados na Espanha, França ou Alemanha, e os produtos provenientes desses armazéns, estão isentos das taxas alfandegarias, visto que estão dentro da UE.

Por vezes, esses produtos localizados nesses armazéns, poderão ter um custo de portes mais elevado. Mas mesmo assim, poderá ter um custo total, que compensará a compra.

 

Ter comprovativo de portes, das remessas de amigos/familiares

Visto que existe muitos produtos que são vendidos por particulares, como no eBay, a alfandega tem sido mais rigorosa nas remessas que são envidas de particular para particular, fazendo as mesmas exigências de uma remessa comercial (facturas, comprovativos de pagamento, etc.).

Quando a remessa é mesmo comercial, para desalfandegar terá de apresentar a documentação solicitada. Mas quando se trata de uma encomenda realmente particular, como presentes de amigos/familiares, essa documentação não existe.

Nesse sentido, para agilizar o processo, deve solicitar ao seu amigo/familiar para quando preencher o impresso de enviou, indicar o valor dos portes como sendo o valor da remessa. E depois que envie uma copia para si, do recibo dos portes pagos. Dessa forma, terá um documento que comprova o valor declarado na remessa. É certo que isto não impedira a 100% que tenha de justificar a situação, mas pelo menos poderá minimizar algumas complicações.

 

Dividir a encomenda, em mais do que uma

Se quiser comprar vários produtos da mesma loja, faça varias compras em vez de apenas uma. Divida os produtos por varias compras, tentando que cada compra seja inferior aos 22€ ou então com o valor mais baixo possível. E não faça as compras todas seguidas, visto que o vendedor poderá juntar todas essas compras numa só remessa. Faça a compra seguinte, quando a compra anterior já estiver sido envidada, normalmente esperar dois ou três dias úteis será o suficiente.

O inconveniente desta situação e no caso dos portes não serem gratuitos, obrigando a pagar vários portes. Nessas situação, deverá calcular se irá ou não compensar o pagamento de vários portes. Mas, se o valor final de cada compra (incluindo portes), for inferior aos 22€, irá certamente compensar.

 

Evite pagar antecipadamente as taxas alfandegarias

Algumas lojas dão a possibilidade de pagar logo as taxas alfandegarias. Isso realmente torna o processo mais cómodo, visto que irá receber a sua encomenda normalmente, sem se preocupar em processo de desalfandegamento. Mas, muitas vezes os valores pagos são superiores aos que na realidade irá pagar. Isso acontece, porque normalmente essas lojas, cobram custos administrativos, que podem ser evitados.

Se tiver a possibilidade de tratar do processo de desalfandegamento pessoalmente, evite esta opção. Isso irá permitir reduzir as despesas que terá na alfandega.

 

Quando possível compre o seguro “Import Tax & VAT”

Algumas lojas garante que os seus produtos são enviados de forma a não pagar taxas aduaneiras e para atestar essa garantia disponibilizam um seguro para as taxas alfandegarias. Esse seguro é facultativo e tem de ser pago no ato da compra.

Caso a loja tenha esse seguro, que normalmente tem um valor baixo, recomendamos que o compre. Isso irá assegurar que se tiver de pagar taxas aduaneiras, poderá apresentar essas despesas e a loja reembolsa o valor pago na alfandega.

É verdade que se calhar vai ter de gastar mais 3 ou 4 euros para activar este seguro, e depois a encomenda não paga taxas aduaneiras, mas se tiver de pagar, irá poupar 30 ou 40 euros.

 

 

Estas são algumas dicas, que poderão ajudar a evitar as taxas alfandegarias ou a minimizar as despesas na alfandega. Se tiver atenção alguns dos aspectos mencionados aqui, irá pelo menos ter uma ideia do que poderá acontecer com a sua encomenda.

Pode obter mais informações sobre o processo de desalfandegamento, neste documento disponibilizado pelas Autoridade Aduaneira, ou então deixe o seu comentário, que iremos tentar ajudar.

54 Comentários
  1. Sérgio 9 de Novembro de 2020 at 14:54

    Boa tarde,

    Comprei um colete balístico nos EUA, por 170 euros.
    Quanto irei pagar no total, já com taxas, iva, etc. ?

    Obrigado!

    • Guia das Lojas Online 2 de Dezembro de 2020 at 20:26

      Irá pagar uns 42€ do IVA, mais uns 15€/20€ das taxas administrativas (via CTT, se for via uma transportadora, o valor será superior) e ainda pode ter de pagar alguma taxa aduaneira entre os 5~9% sobre o valor da encomenda.

  2. Denise Ferreira 9 de Julho de 2020 at 17:20

    Boa tarde, tenho uma dúvida, se eu comprar um item de valor superior a 22€ mas solicitar ao vendedor que declare a encomenda com um valor inferior estarei livre de taxas? E no caso de isso não acontecer e a encomenda ficar retida, se eu apresentar a documentação do pagamento da mesma eu irei pagar pelo valor total ou pelo que foi declarado na encomenda?
    Obrigada.

    • Guia das Lojas Online 2 de Dezembro de 2020 at 22:04

      Se for solicitado prova de compra, será sobre o valor da compra. Alem disso, existe ainda a possibilidade das autoridades verificarem o valor do artigo, no site do vendedor e basearem assim a sua analise.

  3. João Santos 30 de Junho de 2020 at 20:21

    Boa tarde

    O serviço EMS é tratado em Portugal pelos CTT correcto? A minha questão é se os custos de tratamento são os da tabela dos CTT (12€)

    • Guia das Lojas Online 2 de Dezembro de 2020 at 22:06

      Sim, a partida terá o mesmo tipo de tratamento, mas pode haver exceções que deverão ser verificadas diretamente com a EMS.

  4. Liliana sousa 2 de Junho de 2020 at 17:10

    ola,

    fiz uma compra de suplementos (vitaminas) num nos EUA que é bastante confiável, mas quando chegou a Portugal ficou preso na alfandega que me disse que que estava suspeito de violação, e depois devolveram ao remetente. perguntei porque? mas nem me responderam. não entendo, visto ser apenas suplementos que até compramos nos hipermercados. podem me dar alguma explicação por favor? o site é o pipingrock

    • Guia das Lojas Online 2 de Dezembro de 2020 at 22:09

      Normalmente esse tipo de artigos não podem entrar em Portugal por via postal, principalmente se vierem de fora da UE, visto que existem normais europeias bastante diferentes de outros países, na comercialização desses artigos.

  5. Virgílio Lopes 2 de Junho de 2020 at 14:19

    Eu queria comprar um telemóvel está em promoção e custa 90,00 euros na china
    Quanto teria de pagar em direitos Alfandegárias
    Obrigado

    • Guia das Lojas Online 2 de Dezembro de 2020 at 22:17

      Tinha de pagar o IVA.

  6. Paulo Baptista 5 de Maio de 2020 at 13:10

    Boa tarde, pretendo adquirir um bicicleta BTT através do Aliexpress proveniente da China, valor aproximado 1900€ já com custos de transporte incluídos, qual o valor que vou pagar na Alfandega?

    • Guia das Lojas Online 2 de Dezembro de 2020 at 22:13

      Terá de somar o IVA sobre esse valor, e verificar a % da taxa aduaneira que é cobrada sobre esse tipo de artigos.

  7. Ana 4 de Maio de 2020 at 14:20

    Boa tarde,

    Vou trabalhar com re-venda de produtos (roupa) do Brasil. Farei encomendas grandes por volta dos 600€. Quanto teria que pagar? Ao ser para re-venda tem algum custo extra? Que documentaçao teria que apresentar? Eu trabalho a recibos verdes…..Obrigada!

    • Guia das Lojas Online 2 de Dezembro de 2020 at 22:13

      Recomendamos que fale com um contabilista para verificar qual é a melhor solução para o seu caso.

  8. Inês 18 de Abril de 2020 at 06:30

    Olá! Muito obrigada desde já pelo post super útil! 🙂
    Gostava de lhe colocar uma dúvida, se fosse possível: eu gostava de comprar um cosmético (um serum facial) pela iherb, no valor de 25€, que pelo que me parece será enviado dos EUA. Qual é a probabilidade de não me serem cobradas taxas? Se forem, qual seria mais ou menos o valor?
    Muito obrigada! 🙂

    • Guia das Lojas Online 2 de Dezembro de 2020 at 22:14

      Deverá contar o valor do IVA sobre o custo da encomenda.

  9. Cristina Jacinto 10 de Abril de 2020 at 16:31

    Boa tarde
    Queria encomendar uma boneca Baby Reborn dos EUA no valor de 70 euros. Quanto terei de pagar de taxas de alfandega em portugal?
    Obrigada

    • Guia das Lojas Online 14 de Abril de 2020 at 12:14

      Deverá ter de pagar o IVA sobre esse valor.

  10. jorge ferreira 31 de Março de 2020 at 14:06

    Boa tarde. Tenciono comprar um par de oticas para o meu carro, no qual so existe no brasil e argentina (local da fabrica do carro) nao consigo achar o mesmo ca na europa. O total da mercadoria daria 120€ mas nao é uma empresa que o vai fazer , é um familiar que me iria despachar a encomenda para ca. com o que devo estar a contar na alfandega ca?

    • Guia das Lojas Online 14 de Abril de 2020 at 12:11

      Sim, deverá ter de tratar do processo para desalfandegar e infelizmente pode também ter de pagar o IVA sobre o valor da encomenda.
      Recomendamos que seja o mais claro possível que é uma encomenda de um familiar.

  11. Mário Canelas 29 de Março de 2020 at 18:58

    Eu pretendo encomendar uma mochila de um kickstarter: https://www.kickstarter.com/projects/1131502390/the-camera-pack-peter-mckinnon-x-nomatic (variante de 398$) e queria saber o que tenho de esperar da alfândega visto que não cobram portes de envio. Queria também saber como posso proceder ao desanfaldegamento se o houver.

    Obrigado!

    • Guia das Lojas Online 14 de Abril de 2020 at 12:09

      Deverá ter de pagar o IVA sobre esse valor, e possivelmente alguma taxa aduaneira de 5~8% sobre o valor do artigo.
      Quando a encomenda chegar, receberá uma notificação por correio a indicar os passos que deve seguir para desalfandegar a encomenda.

  12. Alberto 13 de Março de 2020 at 11:10

    Comprei um telemóvel vindo da China com o envio ficou em 45,10 euros
    A minha pergunta, quanto tirei de pagar na Alfandega além do Iva?

    • Guia das Lojas Online 14 de Abril de 2020 at 11:58

      Deverá ainda pagar as taxas administrativas, uns 15€.

  13. Mafalda Martins 2 de Março de 2020 at 19:04

    Boa noite quero fazer uma compra de roupa fitness no Brasil eles enviam me para Portugal, no valor de 300€ mais ou menos para desalfandegar quais os valores a pagar ? Os valores de taxas e Iva é valor total pago na factura certo?
    Obrigado desde já pela atenção

    • Guia das Lojas Online 2 de Março de 2020 at 23:19

      Poderá ter de pagar o IVA sobre o valor total da factura, e sendo roupa pode ainda ter de pagar uns 5% de taxas alfandegarias.

  14. Marta 26 de Janeiro de 2020 at 12:22

    Estou a pensar mandar vir um produto de espanha que ronda os 30€ da amazon.es.
    Posso ficar descansada com o não pagamento das taxas alfandegárias?

    • Guia das Lojas Online 2 de Março de 2020 at 23:33

      Se o produto vier realmente da Espanha, não paga qualquer taxa. Mas tem de ter em atenção em alguns vendedores da Amazon, os produtos são enviados a partir da Ásia.

  15. Gonçalo 24 de Janeiro de 2020 at 14:14

    Muito boa tarde !
    Antes de mais, muito obrigado pelas ajudas que nos tem dado.
    Gostava de expor a minha situação.
    Fiz uma compra em uma loja na Alemanha ( Altlußheim ) no valor de 96,38 euros incluindo 19% iva, gostava de saber se existe a possibilidade de ter de pagar alguma coisa quando chegar a Portugal ?
    Muito Obrigado pela ajuda

    • Guia das Lojas Online 2 de Março de 2020 at 23:34

      Se a encomenda vier da Alemanha, não irá pagar qualquer taxa em Portugal.

  16. Dárcio Gonçalves 23 de Dezembro de 2019 at 16:31

    Olá boa tarde,
    Através do método de envio:
    “Netherlands Post Registered” poderá parar na alfandega?

    • Guia das Lojas Online 18 de Janeiro de 2020 at 17:43

      Tudo depende que informação é registada pelas autoridades do Países Baixo. Caso registem a informação que não foram cobradas taxas comunitárias, as autoridades em Portugal poderão fazer essa cobrança.

  17. Bruno 22 de Dezembro de 2019 at 00:10

    Boa noite.

    Estou com intenções de encomendar diretamente da Coreia do Sul 2 álbuns de música. O site onde os tenciono comprar está a fazer uma promoção, na qual, se o total das compras for acima de 24USD, então os portes de envio são grátis. Os 2 álbuns, juntamente com um desconto de Natal que o site também está a oferecer, têm um valor de 25,35USD, no entanto, eu tenho 2 pontos no site, e posso usá-los para diminuir o valor da encomenda por 2USD, ficando-me os álbuns assim por 23,25USD, o que é menos do que 22€, mantendo os portes de envio grátis. Assim, teoricamente, não deveria de pagar qualquer taxa alfandegária.
    O que eu queria perguntar, era se o valor considerado da encomenda, é o valor que eu paguei (neste caso estaria abaixo dos 22€, portanto não teria que pagar nada), ou o valor original dos produtos, que seria por volta dos 29USD, o que já é superior a 22€, e teria, então, que pagar taxas alfandegárias.
    Ou seja, neste caso, a encomenda poderá ficar presa na alfândega?
    Obrigado pela disponibilidade!

    • Guia das Lojas Online 18 de Janeiro de 2020 at 17:45

      Isso vai depender de muitos factores. O primeiro é a taxa de cambio, normalmente é usada a do dia que a encomenda é processada na alfandega em Portugal. Depois vai depender da forma que a futura é descrita, podendo não ser contabilizado o desconto.

  18. Pedro Ismael 5 de Dezembro de 2019 at 20:31

    Mandei vir de um site de peças automóveis, várias peças que ficou num valor de 535euros. Esta encomenda vem dos Estados Unidos. No caso de a alfandega cobrar quanto posso ter que pagar para desbloquear as peças?

    • Guia das Lojas Online 19 de Janeiro de 2020 at 07:58

      Deverá ter de pagar o IVA, uns 125€ e as taxas administrativas, +/- 20€. E ainda ficar sujeito alguma taxa aduaneira, que normalmente anda a rondar os 3~7% sobre o valor total da encomenda.

  19. Joao Silva 17 de Outubro de 2019 at 10:51

    Boa tarde,
    Pedi a um amigo que enviasse um relogio que me esqueci nos Estados Unidos. Comprei em Jan/2018, e entreguei ja a prova de compra bem como a prova de estadia, à Alfandega. Por se tratar de um bem usado, cuja propriedade é minha e com alguns anos, ha taxas alfandegarias que incidam sobre este tipo de situação? É possível saber qual a legislação aplicável uma vez não se tratar de um artigo novo nem de um artigo que comprei online?
    Obrigado.

    • Guia das Lojas Online 18 de Outubro de 2019 at 07:46

      Poderá ser igualmente taxado. Tudo vai depender da analise da documentação apresentada.

  20. Maria 26 de Julho de 2019 at 18:09

    Boa tarde,

    Tenho um problema “curioso”. Comprei um produto no eBay vindo da américa, e todas as taxas e afins foram pagas através do global shipping program providenciado pelo site (e que até agora foi a melhor coisinha de sempre). Tudo bem, recebi o produto, nada de confusões de alfandegas e afins. Não sei como funciona este serviço providenciado pelo eBay, se descontam noutro país da UE e depois enviam a partir do mesmo, mas que funciona muito bem, funciona.
    No entanto, o artigo avariou. A marca (sendo que eu nem sequer comprei oficialmente à marca) é maravilhosa, e disponibilizou-se a enviar um aparelho de substituição. Aliás, enviou um que voltou a avariar passado uns meses, e agora tentou enviar outro (a qualidade da empresa claramente não se reflete na qualidade do hardware, ou então estou com muito azar). Supostamente ambas as unidades foram enviadas via dhl e o valor declarado pelo artigo de substituição é de 10 dólares. Da primeira vez, nenhum problema. Agora está a ser um inferno na terra. Eu nem me importava de (re)pagar taxas à alfandega e afins (mas quais? se não há documentos de compra, e os que há nada têm a ver com o valor declarado agora pelo artigo? para além de que nem sequer é exactamente o mesmo artigo, porque era um conjunto de artigos). Quando não há documentos de um artigo, como é que a alfândega procede?

    • Guia das Lojas Online 15 de Agosto de 2019 at 17:01

      Quando se envia algo para reparação, deve-se seguir os seguintes passos: https://guialojasonline.maisfacil.com/produto-para-reparacao-vou-pagar-novamente-na-alfandega/

      Mesmo que não tenha seguido estes passos, se tiver os documentos de entrada da mercadoria na primeira vez, e os comprovativos que enviou para reparação, poderá conseguir resolver essa questão. Caso tenha de ir alfandega, exponha essa situação, cada caso é um caso, e verifique o que poderá fazer.

  21. Paulo Riobom 30 de Maio de 2019 at 18:30

    Boa Tarde,

    Pretendo fazer a aquisição de um Álbum de música clássica que terei de importar do Reino unido, nomeadamente Inglaterra.

    Para quem está pela primeira vez a fazer uma compra online internacional pergunto-lhe o seguinte:

    As opções que a loja me dá para envio são a entrega padrão e por courier (transportadora), entre essas duas opções há cerca de 50% de discrepância de preços.

    Se na primeira pagaria cerca de 17,23€ (12,99 pelo disco + 4,24€ de portes sem rastreamento da encomenda), na segunda já pagaria 34,90€ (12,99€ pelo disco + 21,91€) pelo transporte até portugal, com rastreamento da encomenda.

    Pergunto o seguinte, se optar pela opção dos 34,90€, corre risco de o produto ficar retido na alfandega?

    E como pagaria o iva do próprio disco, pois não me acredito que nos 12,99€ já apliquem o Iva do produto, pois o Delivery Charge, DE 4,24 Penso que sejam só portes.

    Ou aqui a “única solução de “garantir” que o disco chegue a morada indicada será pelo envio padrão, com os custos a ficar abaixo dos 20€ mas sem rastreamento da encomenda?

    • Guia das Lojas Online 8 de Junho de 2019 at 13:28

      Para as compras internacionais teve ter dois pontos em mente: compras dentro da UE (ainda inclui o Reino Unido) não pagam nada na alfandega, independente do valor; compras fora da UE que tenho um valor total superior aos 22€ (incluindo portes) ficam sujeito ao pagamento do IVA.

      No seu caso, se a encomenda vem de Inglaterra, de momento não irá pagar nada na alfandega, independentemente da opção de envio que escolher.

      • João Leal 31 de Julho de 2019 at 15:19

        Sabem mais ou menos até que data podemos encomendar do UK sem pagar taxas ?

        Cumps

        • Guia das Lojas Online 15 de Agosto de 2019 at 17:07

          Enquanto não houver uma saída oficial da UE, é possível. Visto que houve um adiamento do Brexit, ainda não existe uma data concreta para a saída.

  22. Nelson 21 de Maio de 2019 at 20:25

    Boa tarde, estava a pensar comprar um produto electrónico da China, (radio para um carro), visto o produto ter um valor total de 299,44€ , alem do iva, que taxas ou sobretaxas podem ser aplicadas e qual o seu valor final?
    Obrigado

    • Guia das Lojas Online 22 de Maio de 2019 at 23:08

      Alem do IVA e das taxas administrativas, deverá ter de pagar uma taxa aduaneira que andará a rondar os 14% sobre o valor total da encomenda.

      • Nelson 23 de Maio de 2019 at 12:36

        Então se eu entendi, o valor do iva será de 23% = 68.87€ + taxa administrativa ao qual desconheço a sua % + 14% = 41.92 de taxa aduaneira, será isso?

        • Guia das Lojas Online 29 de Maio de 2019 at 19:57

          Sim, será mais ou menos isso. A taxa administrativa andará a rondar os 20€, isto se for via os CTT.

  23. Luis 23 de Abril de 2019 at 09:19

    Os artigos comprados em St. Helier, Jersey, estão sujeitos a impostos na alfandega?

    • Guia das Lojas Online 27 de Abril de 2019 at 08:25

      Enquanto o Reino Unido estiver dentro da UE, não paga nada na alfandega.

  24. Alexandra Ceregeiro 22 de Março de 2019 at 08:21

    Penso ser bom informar também que para contabilizar o valor total da encomenda para isenção de impostos, a Alfândega não comtempla descontos tipo créditos de recompensa. No meu caso uma encomenda de 20€ foi-me taxada uma vez que (com o respectivo crédito) o valor/subtotal era de 22,18€
    Também me têm sido apreendidas encomendas de suplementos alimentares que são enviados para o Infarmed e depois……desaparece…perdem-nos. Pior ainda, eu é que tenho que contactar o firnecedor para este contactar e Empresa Postal se quiser ter a esperança de ser reembolsada. E concluindo, ninguém dá a cara, são sempre outros os responsáveis…

    • Guia das Lojas Online 23 de Março de 2019 at 08:09

      A alfandega contabiliza o valor total da encomenda, incluindo portes, taxas, seguros ou outro qualquer valor. Mesmo que o cliente tenha credito na loja e não pague o valor total, para alfandega o que conta é o valor da encomenda, não o valor pago.

      Com relação aos suplementos alimentares, e na sua maioria esses e outros produtos farmacêuticos, são proibidos de importar. Logo é normal os mesmos serem apreendidos.

  25. Ana Macedo 20 de Março de 2019 at 11:54

    Bom dia,

    Tenho uma pergunta relativamente ao BREXIT. Sou dos Açores (Ilha Terceira) vou fazer uma encomenda do site “Beauty Bay”, como são do Reino Unido gostaria de saber (caso não haja acordo) se há possibilidade de eu poder vir a pagar a transferência de outro posto alfandegário. Pois como não há voos diretos para esta Ilha se há possibilidade de parar numa alfândega de Portugal Continental e só depois pedir a transferência para a Ilha Terceira e consequentemente pagar o valor da transferência.

    Obrigada.

    • Guia das Lojas Online 23 de Março de 2019 at 08:04

      Irá funcionar, como funcionam outras encomendas vindas de fora da UE actualmente. Normalmente os serviços postais garantem a entrega até a morada de destino, deste que tenha sido pago os portes nesse sentido. No caso da alfandega, também só paga uma vez.

Deixe um Comentário