Como evitar taxas alfandegárias?

Home » Como evitar taxas alfandegárias? » Dicas » Como evitar taxas alfandegárias?
Algumas informações contidas neste artigo podem estar desactualizadas, devido a sua antiguidade. Procure mais informações nos nossos artigos mais recentes. Obrigado.

 

O pagamento de taxas alfandegárias é muitas vezes um obstáculo preponderante em comprar-se fora da UE. Devido a isso, sempre que se realiza uma encomenda existe a dúvida do possível pagamento de taxas ou não.

 

Quando não se paga qualquer taxa, fica-se satisfeito e a probabilidade de voltar a fazer outra encomenda na mesma loja online é grande, na esperança que não se pague qualquer taxa. Mas por vezes nessa segunda encomenda são paga taxas. Isto é apenas um exemplo das diversas situações que ocorrem e fazem levantar a questão, se é ou não possível evitar taxas alfandegárias.

 

Este artigo vai apresentar algumas dicas de como evitar pagar taxas alfandegárias, mas deve-se ter bem em mente: que nenhuma das situações aqui apresentadas, são 100% eficaz e/ou resultem em todas as encomendas realizadas fora da União Europeia. Saiba mais sobre o funcionamento da alfândega, aqui…

 

Método de enviou

A escolha na forma de enviar uma encomenda pode ser relevante para o possível pagamento de taxas ou o valor da taxa a pagar na alfândega. Ao solicitar o enviou da sua encomenda por transportadoras privadas, a probabilidade da encomenda ser analisada na alfândega é quase de 100%, sendo até do interesse das transportadoras que isso ocorra para poderem ganhar mais dinheiro com taxas de armazenamento. Se solicitar o enviou por correio normal (se vier dos EUA designado por “USPS”), existe uma probabilidade mais reduzida fase as transportadoras, da encomenda ser analisada na alfândega ou pelo menos o valor total a pagar na alfândega será menor devido a não existir valores exorbitantes das taxas de armazenamento. Pode saber mais sobre os métodos de enviou, aqui…

 

Valor da encomenda

Normalmente quanto mais alto for o valor da encomenda, maior a probabilidade da mesma ficar retida na alfândega. Por norma, valores superiores a 25€ (se vier descrito claramente que foi uma compra on-line) ou superiores a 45€ (se não vier descrito que foi compra on-line), a encomenda ficara sujeita ao pagamento de taxas. Relembramos que solicitar a declaração de valores inferiores ao que foi pago, numa tentativa de não pagar taxas, apesar de poder vir a resultar, está a incorrer em fraude e pode ficar sujeito a coimas.

 

Sem factura

Se uma encomenda ao chegar alfândega tiver valores descriminados é quase certo que ficara retida e terão de ser pagas taxas. A forma de evitar essa situação e de reduzir a possibilidade da encomenda ficar retida na alfandega, são:

– Solicitar ao comerciante que a encomenda seja enviada sem factura;

– Em muitas lojas on-line, esta disponível a opção de enviou como presente (“Send Gift”). Visto que a encomenda é enviada como fosse um presente, não irá com valores comerciais descriminados, o que reduz a probabilidade de ficar retida na alfândega ou o valor da taxa a pagar;

– Semelhante ao enviou como presente é solicitar que a encomenda seja enviada como “Repair”, o que indicara que o produto veio de uma reparação e não se trata de uma compra. Também pode ser solicitado o enviou como “Sample”, o que indica que o produto é apenas para avaliação e que não se trata de uma compra.

Apesar de ser uma forma de enviou que pode resultar, actualmente não é a mais recomendada.

 

Volume da encomenda

Se a encomenda é de um grande volume a probabilidade de a mesma ficar retida na alfândega é grande. Mas caso a encomenda tiver um volume reduzido ou pequeno, essa probabilidade de ficar retida é menor. Poderá tentar dividir os produtos desejados em várias remessas, a desvantagem é ter de pagar vários portes de enviou, mas poderá compensar.

 

Relembramos, mesmo que utilize algum destes métodos para evitar pagar taxas alfandegárias, não é garantia que resultem em todas as encomendas que realizar. Mas se seguir algumas destas dicas, sempre que possível, poderá aumentar a probabilidade das suas encomendas ficarem livre de pagamento de taxas ou pelo o menos a redução do seu valor.

 

Estas sugestões não são garantias do não pagamento de valores alfandegários.  Uma coisa é certa, se comprar dentro da UE, não vai pagar qualquer taxa.

557 Comentários
  1. Ümit Yoker 6 de Dezembro de 2016 at 20:39

    Hello, I was supposed to pick up a present today – a Christmas Calendar with small presents (chocolates, little books etc.) for my children sent by my relatives from Switzerland. Now I am supposed to pay 89 (!!) Euros to receive it. Do I have to pay this to receive a gift? How does the Alfandega get to such a fee and can I oblige them to explain it to me?

    • Guia das Lojas Online 7 de Dezembro de 2016 at 10:10

      Supposedly the order is evaluated and customs use this amount to apply the rates. That is, the fee is based on the value of the order.

  2. Susana 26 de Novembro de 2016 at 15:19

    Bom dia

    Encomendei da China um produto pro 30 Euros.
    Escolhi expedite shiping para não pagar alfândega, como tinha feito da outras vez (mais 15 Euros). Mas parece que da outra vez foi via espanha. Desta vez diz via DHL, embora eu não tenha escolhido isso. Então estão a pedir 35 Euros de honorários, mais as taxas….dizem que posso contratar outro despachante ou ir eu, mas que assim tenho de pagar armazenamento que pode ser superior a 40 Euros…O que me aconselha a fazer para pagar menos? Obrigada.

    • Guia das Lojas Online 26 de Novembro de 2016 at 15:48

      Em relação alfandega deverá ter de pagar o IVA sobre esse valor, que será uns 7€. Depois é ver qual a solução onde paga menos, se forem eles a tratarem do processo ou pessoalmente.

  3. Jose 24 de Novembro de 2016 at 00:51

    Olá, tenho uma encomenda presa na alfândega desde o dia 18 de.novembro.. o valor é de 16 euros.. terei que pagar algo? O que acontece se eu não responder à carta.enviada para apresentação dos.decomuntos?

    • Guia das Lojas Online 25 de Novembro de 2016 at 13:56

      Se o valor da encomenda for realmente os 16€, em principiou não deverá pagar nada. Se não responder a carta para apresentação dos documentos, não poderá levantar a encomenda nem a irá receber. Se preferir não responder e ir a alfandega levantar a encomenda, também o pode fazer, mas tendo em conta o valor tão baixo da encomenda, o recomendado é mesmo responder a carta.

Deixe um Comentário